Projetos

Aqui nossos projetos tem foco em ações estruturantes visando o amplo desenvolvimento das comunidades onde os projetos estão sendo executados ou apoiados.

A inclusão digital feita com equipamentos obsoletos para as empresas é um dos exemplos de prática pioneira da nossa organização e que funcionou muito bem em todo o Brasil, possibilitamos o acesso à tecnologia e à informação para as comunidades com baixo IDH, com um mínimo de investimento, inclusive fazendo laboratórios para experimentar o software livre, hoje consolidado como políticas públicas.

Nosso projeto de alfabetização de jovens e adultos pioneiro no Brasil – Vagalume, obteve a aprovação de mais de 80 mil pessoas alfabetizadas em mais de 130 municípios, além de parceria estabelecida com o MEC/FNDE.

No que diz respeito a geração de trabalho e renda nossas ações em parceria com setores público e privado, Caixa Econômica Federal e Lexmark principalmente, já favoreceram mais de 45 cooperativas de materiais recicláveis e proporcionaram a realização de cursos profissionalizantes em diversas áreas como, manejo de bovinos, manutenção de computadores e web designer.

E ainda conquistamos parcerias sólidas com os Ministérios da Ciência e Tecnologia, Educação, Cultura e Trabalho e Emprego, SERPRO, MEC/FNDE, UNESCO, CORREIOS, IPHAN, UNB, LEXMARK, Caixa Econômica Federal, Prefeituras Municipais, dentre outros.

No interior do estado temos apoiado diversos projetos de promoção ao acesso a informática, educação e alimentação.
Na capital e região metropolitana desenvolvemos os projetos: Rede de Capacitação, Produção e Desenvolvimento “Rede Conhecimentos Livres-RCL”, Educação para Jovens e Adultos-EJA, Apoio aos catadores de materiais recicláveis Rede Solidária de Empreendimentos de Materiais Recicláveis em Minas Gerais-REDESOL e Agência de Negócios e Fomento Solidário-ANEFS.

O projeto de Educação de Jovens e Adultos – EJA é desenvolvido em parceria com a conservadora prestadora de serviços para Caixa, o Tribunal Regional do Trabalho, Prefeitura de Belo Horizonte e a Caixa Econômica Federal. As aulas são ministradas em duas unidades da Caixa e é oferecido a todos os funcionários terceirizados durante o expediente.

O projeto de inclusão digital Rede de Capacitação, Produção e Desenvolvimento “Rede Conhecimentos Livres-RCL” já beneficiou mais de 50 mil pessoas na região metropolitana de Belo Horizonte é desenvolvido em ambiente web com suporte no laboratório em nossa sede. Já integraram o projeto mais de 20 instituições da região metropolitana de Belo Horizonte dentre os quais destacamos o Sistema Nacional de Empregos-SINE e a Cruz Vermelha do Brasil.

O projeto junto aos catadores de materiais recicláveis presta assessoria administrativa, financeira, institucional e tecnológica à REDE SOL, composta por 12 empreendimentos de materiais recicláveis em Belo Horizonte.

O projeto de inclusão produtiva e geração de trabalho e renda Agência de Negócios e Fomento Solidário – ANEFS, favorece principalmente grupos de mulheres que desenvolvem atividade de costura e artesanato e fazem parte da Economia Solidária. Este projeto foi aprovado no ano de 2008 pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento – BID e procura parcerias com empresas privadas, setor público, associações e faculdades.

Como principais parceiros na Coordenação Estadual de Minas Gerais destacamos:
Caixa Econômica Federal; BID-Banco Interamericano de Desenvolvimento; Prefeitura Municipal de Belo Horizonte-PBH por meio dos órgãos: Secretaria Adjunta de Trabalho e Emprego-SMAT e Centro Público de Economia Solidária; Sistema Nacional de Emprego SINE-BH; Instituições de base membros do projeto Rede Conhecimentos Livres: Cruz Vermelha do Brasil-MG, Comitê das entidades no combate à fome e pela vida-COEP, entre outros.